Função Maior() e Função Menor() - veja a "pegadinha" das funções Máximo() e Mínimo() ao final desta página.

Observe, na planilha a seguir, a função Maior() aplicada na célula C5.

Em resumo ela quer dizer o seguinte, no português simples. 

Qual é o maior valor entre os valores que estão de A1 até C3 (A1:C3 significa de A1 até C3)
A resposta é 14.

Só pra facilitar: se a pergunta fosse =MAIOR(A1:C3;1) seria o maior valor, ou seja, o primeiro; a resposta seria 50.

Se a pergunta fosse =MAIOR(A1:C3;9) seria o 9º maior valor, ou seja, o nono; a resposta seria 2.

De forma análoga, funciona a Função Menor()

Aqui lemos assim: 2º menor valor de A1 até B3 que é igual a 4

Um exemplo "pegadinha"

E agora? Vamos ler: 3º maior de A1 até C2.

Então fica assim: o 1º maior é 10; o 2º maior é 3; o 3º maior também é 3; o 4º maior também é 3, o 5º maior também é 3 e o 6º maior é 1.

Logo, a resposta é 3.
Resumindo: não é porque temos vários valores iguais que a gente vai desprezar.
É como em uma família de 4 irmãos gêmeos: sempre haverá o 1º, o 2º, o 3º e o 4º.

Cuidado com a pegadinha: não confunda as funções Maior() e Menor() com as funções Máximo() e Mínimo()

As funções Máximo() e Mínimo() não têm o parâmetro da função Maior ou Menor. Aqui não tem o "papo" de 1º, 2º, 3º etc.

Exemplo: Máximo(A1:A5) - queremos saber o valor máximo de A1 até A5.

Não existe a função Máximo(A1:A5;10). Esse 3 aí não existe quando se está pensando em número de ordem.

 

Se você colocar o número 10 o Excel "vai pensar" que o número 10 está na lista.

Veja o exemplo a seguir.

O Excel vai responder 10 pois vai considerar de A1 até A6 e, também, o número 10!