Entendendo Internet, Intranet e redes

O que é uma rede?
Simplificando, dois computadores ligados entre si é uma rede. Essa conexão pode ser feita por meio de cabos ou sem fios (wirelless).

Tecnologias de conexão
Ethernet
Um padrão de redes de computadores desenvolvido pela Xerox, DEC e Intel em meados de 1972, com uma largura de banda de 2,94 Mbps, sendo posteriormente padronizado a 10 Mbps pelo IEEE (Institute of Electrical and Electronic Engineers). As evoluções do padrão Ethernet são o Fast Ethernet com taxas de 100 Mbps , já utilizando a fibra ótica e o Gigabit Ethernet com taxas de 1Gbps.
Resumindo: uma tecnologia de redes com cabos que continua sendo utilizada nos dias atuais.

Cabos de rede

Wi-Fi, hotspots
Wi-Fi é uma tecnologia de comunicação entre computadores que não utiliza cabos e sim ondas de rádio. Isto caracteriza a comunicação sem fios ("wireless", em inglês). Wi-fi é utilizado para descrever produtos que respeitam o conjundo de normas 802.11 criado pelo Institute of Electrical and Electronic Engineers (IEEE). As mais conhecidas são as 802.11a,b,g, n etc. .
Resumindo: uma tecnologia de comunicação sem fio. Você sabia que o Maracanã é todo coberto por Wi-Fi?
Um hotspot é um ponto de acesso sem fios onde os utilizadores podem se ligar à rede ou à Internet. Os hotspots podem existir em vários locais públicos. Gratuitos ou não, eles permitem o acesso à Internet de banda larga a utilizadores de aparelhos (netbooks, laptops ou PDAs) que possuem o chipset de Wi-Fi. Muitos hotéis e aeroportos já têm hotspots. Um chipset (em português: conjunto de circuitos integrados) é um grupo de circuitos integrados ou chips, que são projetados para trabalhar em conjunto e que são geralmente comercializados como um produto único (fonte: Wikipedia)
Resumindo: uma "área de cobertura" restrita (aeroporto,hotel etc.) para comunicação sem fio. Pense em um conjunto de "anteninhas" para propagar o sinal de rádio.

Como os computadores "falam" entre si?
Assim como nós, humanos, temos regras para nos entendermos - o idioma - as máquinas usam um conjunto de regras. Esse conjunto chama-se protocolo.
A Internet usa um protocolo chamado TCP/IP

A seguir temos exemplos de redes meramente teóricos, visando a compreensão das questões de concursos públicos. Portanto, este não é um trabalho para especialistas, mas apenas para orientar na compreensão do tema.

 

Rede ponto a ponto.
Normalmente é a primeira rede que conhecemos. É aquela que a maioria das pessoas têm nas suas casas quando possuem mais de um computador. Não existe a figura do Servidor, o qual veremos mais adiante. No exemplo ao lado esta rede não tem acesso à Internet. Pense numa padaria ou outra loja pequena que só precisa que seus computadores se comuniquem e mais nada. Neste exemplo estamos simbolizando cabos entre os computadores mas poderia ser uma conexão sem fio (wireless) do padrão Wi-fi.

 

 

 

Aqui também temos uma rede ponto a ponto (sem servidor). Mas o dono dela quer que todas as máquinas tenham acesso à Internet. Assim ele acrescentou um roteador ao esquema. Este, sim, é o caso mais comum nos lares atualmente. Note que o roteador está acessando o cable modem ou modem ADSL. Estes modems, normalmente de acesso por banda larga, são os aparelhos que ficam conectados à Internet. Ou seja, cada máquina desta pequena rede poderá acessar a Web individualmente. E você só paga uma assinatura da banda larga. Isto leva o nome de compartilhar o acesso à Internet.
Mas o que é o "switch" ? Um switch é um aparelho que permite que máquinas se comuniquem em uma rede. Na verdade o nosso roteador caseiro normalmente é um switch também. Resumindo, se você precisar passar coisas de um computador para outro (fotos, músicas, programas etc.) poderá fazê-lo normalmente. Afinal, é pra isto que servem as redes!

 

 

 

Arquitetura Cliente-Servidor
Aqui temos um exemplo mais completo. Note que são várias máquinas. Quando isto acontece surge a necessidade de um servidor. Este é uma máquina mais potente que as demais e responsável pelo controle de rede. Quando o servidor "cai" a rede pára de funcionar. Mas os clientes (as máquinas individualmente) podem continuar funcionando mas só com o que estiver gravado nelas mesmas. Note que o Roteador/Switch continua presente para acessar outras redes externas e a própria Internet.
A propósito, não confunda Servidor com Provedor.
Um Provedor é uma empresa que nos dá o acesso à Internet. E ela, normalmente, tem vários servidores lá dentro!

 

 

 

Topologia de redes
Significa a forma - "desenho" - da rede.

Vale lembrar: a topologia é só o "desenho" da rede. Seja qual for a topologia, o FIREWALL continua sendo indispensável à segurança.

Topologia em estrela: Todas as conexões partem de um ponto central (concentrador), normalmente um hub ou switch. É o modelo mais utilizado atualmente.

Nesta topologia se um dos computadores sai da rede ou é desligado a rede não é afetada

Topologia em anel:Todos os computadores são conectados em um anel. É conhecida como Token Ring. Mais utilizado em sistemas industriais.

Nesta topologia se um dos computadores sai da rede ou é desligado toda rede irá parar.

Topologia em Barramento :Os computadores são conectados num cabo em sequência. Essa topologia era usada nas primeiras gerações de redes Ethernet. Está sendo lentamente abandonado.




E o Proxy? E o Firewall?
O termo proxy vem do inglês e pode ser traduzido como "procurador".
É um tipo de servidor que atende a requisições repassando os dados a outros servidores.
Um servidor proxy pode,algumas vezes, disponibilizar um recurso sem nem mesmo se conectar ao servidor especificado. É quando ele armazena dados em forma de "cache". Ou seja, se uma informação já foi acessada por um cliente antes, ele pode já tê-la gravada. Assim, sem precisar ir ao endereço que o usuário pediu, ele devolve o que está em "cache", agilizando o processo.

Quanto ao Firewall, sua função consiste em regular o tráfego de dados entre redes distintas e impedir a transmissão e/ou recepção de acessos nocivos ou não autorizados de uma rede para outra. Portanto, note bem que Firewall não é um anti-vírus. Ele controla o tráfego só deixando passar para dentro da rede interna ou para o exterior o que é autorizado. Vale lembrar que nos computadores caseiros um Firewall é um programa (portanto, é um software) e nas redes maiores pode ser um computador ou um item de hardware com esta função.

 

 

 

 

 

 

-----------------------------